MATRIZ: Av. Amâncio Gaiolli, 1065 | Guarulhos/SP

|

FILIAL: Av. Marginal José Osvaldo Marques, 2032 Sertãozinho/SP

Produção industrial sobe em 14 de 15 locais pesquisados em junho, mostra IBGE

Produção industrial sobe em 14 de 15 locais pesquisados em junho, mostra IBGE

A produção industrial avançou em 14 dos 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre maio e junho, segundo a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional (PIM-PF Regional), divulgada na primeira semana de agosto. Na série com ajustes sazonais, o Estado do Amazonas registrou o melhor desempenho, com alta de 65,7%, na comparação com maio, seguido pelo Ceará, com avanço de 39,2%; e Rio Grande do Sul, com aumento de 12,6% na atividade industrial.

Só houve recuo na atividade industrial do Mato Grosso, de 0,4% na mesma comparação. Com o resultado, a indústria nacional teve crescimento 8,9% entre maio e junho deste ano. A atividade industrial de São Paulo, maior parque industrial do País, aumentou 10,2% de maio para junho. Ante o sexto mês de 2019, porém, a produção caiu 11,8%.

Atividade industrial com crescimento generalizado

O avanço de 8,9% da atividade industrial de maio para junho de 2020 teve crescimento generalizado, alcançando todas as grandes categorias econômicas e a maior parte (24) dos 26 ramos pesquisados. Entre as atividades, a influência positiva mais relevante foi de veículos automotores, reboques e carrocerias, que avançou 70,0%, impulsionada pelo retorno à produção de unidades paralisadas por causa da pandemia da COVID-19.

Com esses resultados, veículos automotores, reboques e carrocerias acumularam alta de 495,2% em dois meses consecutivos de crescimento, mas ainda se encontram 53,7% abaixo do patamar de fevereiro.

Outras contribuições positivas relevantes sobre o total da indústria vieram de bebidas (19,3%), de indústrias extrativas (5,5%), de produtos de borracha e de material plástico (17,3%), de outros equipamentos de transporte (141,9%), de produtos de minerais não-metálicos (16,6%), de máquinas, aparelhos e materiais elétricos (24,4%), de outros produtos químicos (7,1%), de máquinas e equipamentos (10,6%), de produtos de metal (13,1%), de produtos têxteis (34,2%), de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (15,1%), de impressão e reprodução de gravações (63,4%) e de móveis (28,5%).

A confiança do setor industrial vem mostrando melhora, tendo registrado em junho o maior salto da série histórica do levantamento realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Atividade industrial com crescimento generalizado

Conte com a Tubos Oliveira

Há mais de 30 atuando com tubos de aço carbono de diversos tipos e formas, a Tubos Oliveira abastece empresas de diversos setores com maestria e sem atrasos. Com o aumento da produção industrial, nossa equipe está mais do que preparada para manter sua empresa abastecida da melhor forma. Precisa de soluções rápidas, certificadas e da melhor qualidade? Conte conosco!

Até mesmo demandas urgentes e que precisam de usinagem não são problemas para nós. Entre em contato e conheça nossos produtos!

Ícone do Whatsapp branco em fundo verde

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

NÓS TE LIGAMOS
Informe seu telefone que entraremos em contato o mais rápido possível.
Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.
LIGAR CONTATO